Cultura

Banda Municipal

A Banda Municipal de Oeiras, criada em 1993, está inserida no Centro de Cultura e Desporto – Organização Social dos Trabalhadores da Câmara Municipal de Oeiras e dos Serviços Intermunicipalizados.

Apoiada por uma escola de música desde a sua fundação, a Banda Municipal tem realizado vários concertos, participado em cerimónias protocolares aquando de visitas de altas entidades ao Concelho de Oeiras, bem como em festivais de bandas civis.

A sua atividade tem sido constante desde que foi fundada, com atuações de norte a sul do país, incluindo os Arquipélagos, e também no exterior.

Em 1998, a Banda deslocou-se à ilha de São Miguel, a convite da Câmara Municipal da Vila do Nordeste. Em 2000, a convite do Consulado Português em Bilbau, Espanha, deslocou-se à cidade de Urnieta, onde realizou dois Concertos e uma Procissão.

Inserida na semana portuguesa para comemorar o 10.º aniversário da geminação da autarquia de Oeiras com a de St. Etienne, França, a Banda esteve nessa localidade em 2006, onde foram realizados dois concertos.

A maioria dos músicos que constituem a Banda Municipal foram formados na escola de música.

A escola de música encontra-se ativa desde a fundação da Banda, e conta com vários professores de diferentes instrumentos, tendo como principal objetivo formar alunos para mais tarde poderem vir a integrar a Banda Municipal.

Desde a sua fundação e até novembro de 2017 que a Banda e a escola de música têm sido dirigidas pelo Maestro Joaquim Alferes, tendo este sido substituído temporariamente pelo Maestro Edgar Nogueira.

Considerando que a Banda Municipal deve ser a grande representante cultural do género no concelho, estão previstos durante o ano de 2018 alguns “workshops” técnicos com professores convidados, abertos, nomeadamente, aos músicos das coletividades concelhias.

Grupo de Canto e Dança

O Grupo de Canto e Dança de Oeiras está inserido no Centro de Cultura e Desporto – Organização Social dos Trabalhadores da Câmara Municipal de Oeiras e dos Serviços Municipalizados e foi criado em 1992, tendo como objetivo divulgar um pouco da cultura musical de todas as regiões do país.
Trata-se de um Grupo muito “sui generis”, pois não sendo de raiz folclórica, também interpreta temas do género. Mas o que mais o evidencia são as incursões pelo campo da música ligeira portuguesa, recriando com coreografias originais, temas de grande projeção internacional e intemporal, como são exemplo, “Lisboa Antiga”, “Coimbra” e “Canção do Mar”.
A sua atividade tem sido constante e expansiva desde a sua estreia, com atuações de norte a sul do país, incluindo os Arquipélagos, e ainda uma passagem pelo norte de Espanha e Brasil.
Com algumas oscilações, o elenco do Grupo situa-se entre os 30 a 35 elementos nas vertentes de dança e música e está recetivo para colaborar nas mais diversas iniciativas promovidas por Municípios, Coletividades, Instituições de Beneficência, entre outras.
Para mais informações, por favor contatar a sede do CCD através dos telefones 214411416 e 214058300 ou através do e-mail geral@ccd-oeiras.pt.
Siga o Grupo através da página do facebook.
Reveja algumas atuações do grupo na nossa galeria.